Sem empolgação, Flu amarga empate com o Coritiba

Menos de mil pessoas pagaram ingressos na tarde deste sábado, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, para assistir um empate sem gols entre Fluminense e Coritiba.  Foi mais um resultado decepcionante do Tricolor das Laranjeiras, que chegou aos 17 pontos ganhos e ocupa a 12ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Coritiba é o 15º colocado com 14 pontos ganhos e pode voltar à zona de rebaixamento ao final da rodada.

O Fluminense foi um pouco melhor do que o adversário e poderia ter alcançado a vitória, mas encontrou o goleiro Wilson em tarde inspirada, realizando defesas importantes. O Coritiba entrou com uma proposta defensiva e acabou alcançando o seu objetivo maior no jogo.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Vitória, no Barradão. A partida está marcada para o domingo, às 19h30 (de Brasília). No sábado, às 16h30, o Coxa receberá o Botafogo no Couto Pereira.

O jogo – Diante de um público muito pequeno, Fluminense e Coritiba iniciaram a partida em ritmo lento. Mesmo atuando fora de casa, o Coritiba mostrava mais iniciativa, tocando a bola no campo adversário. O Tricolor carioca só apareceu no ataque aos seis minutos em cruzamento do estreante Willian Matheus que foi facilmente bloqueado pela defesa paranaense.Logo depois, Dudu invadiu a área, mas foi desarmado antes de conseguir o chute.

O lance animou a equipe do Fluminense, que passou a atuar de forma mais ofensiva. Aos 15 minutos, o time carioca criou sua melhor oportunidade. Gustavo Scarpa bateu falta ao lado da área e o zagueiro Henrique desviou de cabeça e a bola se chocou com o travessão.

O time dirigido por Levir Culpi continuou melhor em campo e aos 19, criou outra boa situação. Willian Matheus cruzou da esquerda, Dudu pegou, de primeira, e Wilson fez grande defesa, evitando o primeiro gol.

Muito recuado, o Coritiba quase não chegava na área tricolor. se limitando a concentrar jogadores na sua intermediária. Aos 26 minutos, o Fluminense voltou a criar outra oportunidade. Magno Alves recebeu na direita e lançou Wellington Silva que penetrou e chutou para outra boa defesa de Wilson.

Por volta dos 30 minutos, a partida voltou a cair de ritmo, com as duas equipes tocando a bola para os lados, sem qualquer poder de penetração. Só aos 40 minutos é que a torcida voltou a se agitar. Após cobrança de escanteio, Edson subiu mais do que a zaga, mas mandou a bola por cima do travessão.

Aos 43, o Coritiba teve a sua grande oportunidade da etapa inicial. Felipe Amorim fez ótimo lançamento para Leandro que invadiu a área e chutou, mas Diego Cavalieri fez grande defesa. O Tricolor reagiu com nova cabeçada de Henrique, que obrigou Wilson a outra grande intervenção.

O segundo tempo também começou com muitos toques para o lado e pouca profundidade. Insatisfeito com a produção do ataque, o técnico Levir Culpi decidiu trocar Dudu e Magno Alves por Maranhão e Richarlison.

Com o marcador assinalando 18 minutos, Wellington Silva investiu pela direita e cruzou. O volante Edson ganhou a dividida com a zaga, mas concluiu por cima do gol. Três minutos depois, o Coritiba chegou pela primeira vez ao ataque em chute cruzado de Vinicius que não assustou Diego Cavalieri.

A partir dos 30 minutos, o Fluminense voltou a jogar em ritmo mais acelerado. Aos 31 minutos, Scarpa bateu escanteio, Edson desviou e quase que o lateral Wellington Silva consegue chegar na bola em ótimas condições. Aos 36 minutos, o goleiro Wilson saiu nos pés de Maranhão e impediu que o atacante tricolor concluísse para o gol.

Mesmo atuando de forma cautelosa, o Coritiba teve uma grande oportunidade aos 42 quando Luccas Claro arrancou pela intermediária e fez grande passe para Kleber que entrou livre na área e conseguiu chutar para fora. Na última tentativa do Fluminense, o atacante Samuel tentou surpreender o goleiro Wilson, fora do gol, mas mandou a bola para fora.



FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 0 CORITIBA

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 2 de julho de 2016, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Rafael da Silva Alves (RS)
Público: 917 pagantes
Cartão Amarelo: Pierre(Flu); Luccas Claro, Carlinhos(Cori)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Henrique e Willian Matheus; Pierre, Edson, Dudu (Maranhão) e Gustavo Scarpa; Osvaldo (Samuel) e Magno Alves (Richarlison)
Técnico: Levir Culpi

CORITIBA: Wilson, Dodô, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Fábio Braga (Alan Santos), Felipe Amorim (Vinicius) e Juan; Leandro(Kazim) e Kleber.
Técnico: Pachequinho.

GAZETA ESPORTIVA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.