Deputado quer que bancos reduzam juros para contribuir com ajuste fiscal

O deputado federal Efraim Filho (DEM) disse em entrevista que chegou a hora das instituições financeiras reduzirem os juros e contribuírem com o ajuste fiscal. “O setor bancário pode e deve dar a sua contribuição, reduzindo os juros exorbitantes, refinanciando dívidas e ofertando crédito de maneira responsável”, considerou.

“Muitos brasileiros estão endividados em virtude do crédito fácil, mas com juros exorbitantes e em muitos casos comprometendo sua renda acima do limite legal de 30%, chegou a hora das instituições financeiras facilitarem esses pagamentos, e fomentar a economia através de empréstimos com juros menores, essa seria uma excelente contribuição do setor financeiro para economia, que continuaria lucrando, mas com foco no varejo”, defendeu Efraim Filho.

Para o deputado o sistema financeiro “ri à toa” no Brasil. “Seis dos 10 maiores lucros da Bolsa de Valores são do setor, sendo quatro bancos, uma seguradora e uma empresa de cartão de crédito”.

Os dados são referentes ao terceiro trimestre do ano. O Itaú aparece em primeiro lugar na lista total de empresas, com ganho líquido de R$ 5,394 bilhões. O Bradesco é o segundo, com lucro de R$ 3,236 bilhões. Com resultado de R$ 2,246 bilhões, o Banco do Brasil é o quarto do ranking e Santander (R$ 1,436 bilhão), o sexto. 

Fonte: Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.