Grêmio domina Lanús na Argentina, vence com golaços e é tri da Libertadores

O Grêmio é tricampeão da Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira (29), o Tricolor venceu o Lanús (ARG), por 2x1, no estádio La Fortaleza, na Argentina e garantiu a taça da competição continental. Os gols do Imortal foram anotados por Fernandinho e Luan.  O time comandado por Renato Gaúcho já havia vencido o jogo de ida em Porto Alegre por 1x0.

O título da Libertadores também dá ao Grêmio  o direito de disputar o Mundial de Clubes, que será sediado nos Emirados Árabes. O Tricolor estreia já na semifinal, no dia 12 de dezembro, e enfrenta o vencedor de Pachuca, do México e Wydad Casablanca, do Marrocos. 

Apesar da vontade obtida em Porto Alegre, o Grêmio jogava com as linhas altas e pressionava muito a saída de bola do adversário. Com poucas alternativas, o time do Lanús tinha dificuldades para manter a posse da bola e não conseguia chegar perto da área gremista.

A Libertadores conquistada nesta quarta-feira é a terceira na história do Grêmio. O primeiro foi em 1982, diante do Peñarol. Após empatar em 1x1 no Uruguai, o Tricolor empatava pelo mesmo placar no Estádio Olímpico, quando o centroavante César completou cruzamento de Renato Gaúcho, hoje técnico  da equipe, para fazer o gol do título. Naquele mesmo ano, o Grêmio seria campeão mundial ao vencer o Hamburgo por 2x1, com dois gols de Renato Gaúcho.

Em 1995, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari conquistou o bicampeonato da América ao passar pelo Atlético Nacional da Colômbia. Na partida de ida, vitória por 3x1 em Porto Alegre, com gols de Jardel e Paulo Nunes, além de um gol contra. Na volta, o gol de pênalti do ídolo Dinho garantiu o empate por 1x1 e levou a taça novamente para Porto Alegre. No Mundial daquele ano, no entanto, o Tricolor acabou empatando com o Ajax por 0x0 e perdeu o título nos pênaltis.

(Com informações do iG São Paulo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.