Grupo é preso suspeito de arrombar lojas usando carros em marcha ré na PB, RN e PE

Dois homens e uma mulher foram presos suspeitos de envolvimento em uma quadrilha investigada por invadir lojas, arrombando portas, usando carros em marcha ré. Os ataques teriam ocorrido em cidades da Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Em Campina Grande, na Paraíba, a Polícia Civil encontrou vários objetos roubados e R$ 18 mil em uma casa.

De acordo com o delegado de Roubos e Furtos da Polícia Civil, Cristiano Santana, o grupo começou a ser desarticulado depois que dois homens, de 23 e 25 anos, foram presos em flagrante na cidade de Caicó, no Rio Grande do Norte, por arrombarem uma loja. Através da troca de informações entre as polícias civis da Paraíba e Rio Grande do Norte, os policiais encontraram uma casa em Campina Grande, que servia como ponto de base e estoque dos produtos roubados.

Na casa onde o material foi encontrado, a Polícia Civil identificou uma mulher como proprietária, que foi presa pelo crime de receptação. Segundo a Polícia Civil, os R$ 18 mil que estavam na casa são provenientes do repasse dos produtos roubados para outras pessoas. Entre os produtos, estão roupas, perfumes, relógios, bonés e outros acessórios.

A Polícia Civil também já identificou um quarto suspeito, que está sendo procurado. O delegado Cristiano Santana destacou que o grupo é suspeito dos arrombamentos ocorridos em lojas do Centro de Campina Grande.


G1 PB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.