Operação contra venda ilegal de gás de cozinha prende quatro pessoas na PB

Uma operação para coibir a venda ilegal de gás de cozinha em Campina Grande foi desencadeada nesta quarta-feira (21) e pretende fiscalizar pelo menos 40 estabelecimentos que comercializam o produto. A ação reúne equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema). Neste primeiro dia de fiscalizações, quatro pessoas foram conduzidas para delegacia.

A fiscalização iniciou no bairro do pedregal e as pessoas presas foram autuadas e multadas por falta de licença ambiental, falta de alvará e a falta de autorização da Agência Nacional de Petróleo, conforme informou o coordenador da Sudema, Vamberto Moreira.

Ainda de acordo com o coordenador, a operação recebeu o nome de Gás Total e vai durar até pelo menos a próxima semana.

“Nós vamos dar continuidade à operação porque recebemos informações de pontos irregulares e pretendemos coibir essa prática irregular. Esses pontos servem como distribuição de gargas roubadas, vendidas pelos comerciantes. Essa operação é para punir essas pessoas”, pontuou Vamberto.

G1 PB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.